Silicon Valley aprende a injectar-se de inspiração sem drogas

LSD: Muitas descobertas foram feitas sob o seu efeito, como a estrutura do DNA (Prémio Nobel Francis Crick). Na cultura, artistas e pensadores diversos, foram afectados pela substância como Aldous Huxley, Timothy Leary, Jim Morrison, Emerson Lake and Palmer, Pink Floyd, King Crimson, Jethro Tull. O uso da droga também resultou em psicose e suicídios, o que levou a droga com algum potencial terapêutico a ser abolida. Menos reconhecido é o efeito que teve e continua a ter no mundo da tecnologia. No Silicon Valley, as micro-doses ilegais estão na moda entre aqueles com esperança de ter o próximo grande insight. 

No entanto, cada vez mais hackers entendem que não precisam de drogas para alcançar grandes ideias e soluções. Em vez de arriscar prisão, efeitos assustadores de intenso medo ou angústia, ou até a psicose crónica, podem também beneficiar de efeitos de bem-estar ao praticar diversas técnicas de mindfulness relacionadas ao chi, yoga, meditação, hipnagogia, sonhos lúcidos, experiências fora do corpo, e mais. Relatos do desenvolvimento da revolução da computação pessoal se centram em tecnologia ou negócios. John Markoff, autor do “What the Dormouse Said” explica como a década de contra-cultura e a expansão da consciência está por trás dos primeiros PCs: um grupo de visionários transformaram os computadores em meios para libertar e interligar mentes e informação. 

Artigo completo no Jornal Tornado

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Vimeo Icon
  • Grey LinkedIn Icon